Coimbra  17 de Maio de 2022 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Câmaras da Região de Coimbra adiam receber competências na acção social e saúde

24 de Fevereiro 2022 Jornal Campeão: Câmaras da Região de Coimbra adiam receber competências na acção social e saúde

A Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra contestou, esta quinta-feira, por unanimidade, os critérios que estão subjacentes à transferência dos valores na área da acção social e da saúde, no âmbito do processo de descentralização de competências.

“Delegar competências é entregar aos Municípios a capacidade de decisão e os meios para intervirem directamente no território para que, seja pela proximidade às pessoas ou pelo conhecimento profundo do que é urgente, possam fazer mais e melhor”, declara o presidente da Região de Coimbra, Emílio Torrão.

“Têm de garantir que os critérios são definidos de igual forma para todos os concelhos. De outra forma, não faz sentido”, sublinhou a organização.

Esta resolução foi tomada durante a reunião do Conselho Intermunicipal da Região, em Penacova.

Na mesma reunião ficou decidido que os Municípios de Arganil, Cantanhede, Coimbra, Condeixa-a-Nova, Figueira da Foz, Góis, Lousã, Mealhada, Mira, Montemor-o-Velho, Mortágua, Oliveira do Hospital, Pampilhosa da Serra, Penacova, Penela, Soure e Vila Nova de Poiares não vão assinar o auto de transferência da delegação de competências na área da saúde.

Os Municípios não vão assinar enquanto “não obtiverem esclarecimentos acerca desta transferência, nomeadamente no que se refere à discrepância de valores alocada a cada Município”, concluiu a Região de Coimbra.

Integram a CIM Região de Coimbra os Municípios de Arganil, Cantanhede, Coimbra, Condeixa-a-Nova, Figueira da Foz, Góis, Lousã, Mira, Miranda do Corvo, Montemor-o-Velho, Oliveira do Hospital, Pampilhosa da Serra, Penacova, Penela, Soure, Tábua e Vila Nova de Poiares, do distrito de Coimbra, e Mealhada e Mortágua, dos distritos de Aveiro e de Viseu, respectivamente.