Coimbra  16 de Setembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

“7 Maravilhas” inicia Feira do Ano e Festas Concelhias de Montemor

6 de Setembro 2019

A edição de 2019 da Feira do Ano | Festas Concelhias de Montemor-o-Velho tem início amanhã (07), com um dia totalmente dedicado às maravilhas doceiras portuguesas e, particularmente, ao pastel de Tentúgal que concorre para um dos sete a concurso.

As “7 Maravilhas Doces de Portugal” vão ser decididas em Montemor e a festa começa logo pela manhã, às 11h00, a partir do emblemático castelo. A RTP, promotora da iniciativa, vai estar em directo, de manhã e à tarde, dando a conhecer a Feira de Ano, mas também Montemor-o-Velho, as suas tradições, cultura e gastronomia, sem esquecer os outros doces a concurso.

A grande finalíssima das “7 Maravilhas Doces” começa perto das 22h00, um grande espectáculo que todo o país poderá ver em directo a partir do recinto da Feira de Ano. Este é, por isso, um ano especial para este certame histórico, que se tem afirmado cada vez mais a nível regional.

Ainda neste primeiro dia de certame, destaque para a abertura oficial, pelas 19h00, com a presença do mágico conimbricense Luís de Matos, em representação da candidatura de Coimbra a ‘Capital Europeia da Cultura 2027’. Além disso, realiza-se o XXXI Torneiro de Xadrez, no pavilhão municipal, a partir das 09h00; e a Feira do Cavalo com espectáculo equestre, no Centro Equestre, às 22h00.

Vão ser nove dias de festa, num recinto com cerca de 78 000 metros quadrados, onde estarão inseridas as feiras agrícola e industrial, espaço dedicado à inconfundível gastronomia e doçaria do concelho e da região, uma zona dedicada às actividades equestres e à animação infantil, além da realização das tradicionais Feira da Roupa Velha e das Cebolas.

As entradas são, como habitualmente, completamente livres e, ao nível do cartaz musical, os visitantes poderão assistir aos concertos de Mickael Salgado (domingo, 08); Baluarte e Sangre Ibérico (segunda-feira, 09), FIRA “vai ao Fado” com António Pinto Basto (terça-feira, 10); Fernando Daniel (11), Profjam e Spipinpurpp (12), José Cid (13) e Cuca Roseta (14).

Tendo em conta que este é um espaço que pretende dar as boas-vindas a todos, o último dia, 15 de Setembro (domingo), vai ser dedicado à família com um convidado muito especial que promete fazer as delícias dos mais novos: o Ruca e o seu “rockshow”.

A identidade local e a valorização do que é concelhio continua a ser o lema do Município, ganhando forma na realização deste certame.

Para a Câmara Municipal, a Feira do Ano | Festas Concelhias são o evento mais marcante do ano no concelho, continuando a surpreender, a inovar, a afirmar-se e a crescer “quer ao nível de expositores como de visitantes”, revelou Emílio Torrão, presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, contando este ano com cerca de 200 participantes.

Município homenageia os que mais contribuem para a prosperidade do concelho

Um dos pontos altos da Feira do Ano | Festas Concelhias é a celebração do feriado municipal, este domingo (08), a partir das 09h30.

As homenagens continuam a ser um dos grandes propósitos da comemoração deste dia, aproveitando a Câmara Municipal para distinguir todos os montemorenses que ao longo da sua vida se têm notabilizado pelas mais diversas razões.

“Acredito que as pessoas devem ser homenageadas em vida”, afirmou Emílio Torrão, presidente da Câmara Municipal, sublinhando que, como habitualmente, será reconhecido o mérito de um cidadão por cada freguesia/união de freguesias do concelho, num total de nove pessoas, um grupo cultural e um produto imaterial: o arroz doce do Baixo Mondego.

Para chegar a este momento, a autarquia trabalha em estreita colaboração com os presidentes de Junta/União de Freguesias no sentido de perceber quem é merecedor de tal distinção municipal.

“Há pessoas conhecidas a nível do concelho, mas algumas apenas têm notoriedade na sua comunidade, na sua freguesia”, explicou o autarca, adiantando que “por trabalharem e se dedicarem, de forma anónima, ao associativismo, à política, ao voluntariado, etc. merecem este reconhecimento”.

Assim, um dos homenageados na sessão solene, que terá lugar nos Paços do Município, a partir das 10h00, será o presidente da Assembleia Municipal de Montemor-o-Velho, Fernando Ramos. O catedrático da Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra (FFUC) vai ser distinguido pelo seu trabalho, não só como docente e investigador pelo contributo à ciência, mas também pelo papel interventivo que tem na sociedade. Fernando Ramos receberá a medalha de mérito científico, em representação da freguesia de Arazede.

Os outros homenageados são: José dos Santos Duarte (Carapinheira); Fernando Pereira Nunes Curto (Ereira); Américo Manuel Figueiredo Rodrigues (Liceia); José Ferreira Rasteiro (a título póstumo) – Pereira; Laurentino Nunes Oliveira (Santo Varão); António Ramos Rodrigues (Seixo de Gatões); Grupo Cénico Amador da Portela (Tentúgal); António Maria Patrício Mota, da União de Freguesias de Abrunheira (Verride e Vila Nova da Barca); José Maurício de Freitas Góis (União de Freguesias de Montemor-o-Velho e Gatões) e o arroz doce do Baixo Mondego (Meãs do Campo), que receberá a medalha de mérito cultural.

A valorização deste produto endógeno é, de resto, uma aposta da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho para a promoção do arroz carolino do Baixo Mondego e, também, o leite da Gândara, que tornam esta numa iguaria única.

A decisão de homenagear o arroz doce e quem o confecciona foi conhecida publicamente, após a reunião do executivo de 29 de Julho, onde foi votada por unanimidade.

“Este é mais um pequeno gesto e um reconhecimento dos nossos produtos autênticos e que, a par de toda a emoção envolvida, representa também a promoção do nosso concelho”, avançou o presidente na altura.

Recorde-se que o ‘Arroz Doce do Baixo Mondego’ chegou ao terceiro lugar na final distrital do concurso “7 Maravilhas Doces de Portugal”, sendo esta uma forma de o Município “homenagear o envolvimento e a dedicação das pessoas”.

Ainda no domingo (08), a Feira do Ano vai contar com um programa recheado, como no resto dos dias do certame, mas com especial destaque para a “Grande Corrida de Toiros à Portuguesa”, a decorrer pelas 17h00, no Centro Equestre de Montemor-o-Velho.

A Feira do Ano | Festas Concelhias prolonga-se até 15 de Setembro.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com