Coimbra  28 de Setembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

UC: Manuel Rodrigues aliava afabilidade à erudição

16 de Dezembro 2016 Jornal Campeão: UC: Manuel Rodrigues aliava afabilidade à erudição

A catedrática Maria José Azevedo Santos disse, hoje, ao “Campeão”, que o falecido professor universitário Manuel Augusto Rodrigues aliava afabilidade à erudição.

Além de pró-reitor para as comemorações dos 700 anos da Universidade de Coimbra, o outrora catedrático exerceu o cargo de director do Arquivo da instituição, durante 23 anos, função em que foi substituído, em 2003, por Maria José Azevedo Santos.

“Guardarei dele as melhores recordações, tratou-se de uma pessoa que me marcou muito”, declarou a docente, assinalando ter sido aluna do extinto.

Segundo a ex-vereadora da Câmara Municipal de Coimbra, Manuel Augusto, natural de Penela, era um pedagogo e um docente bastante culto.

Rodrigues teve a seu cargo a regência de várias disciplinas, como História da Cultura Moderna, Antiguidade Oriental, História da Península Hispânica, História da Universidade de Coimbra, História das Religiões e Línguas e Culturas Árabe e Hebraica.

Antigo capelão da UC, Manuel Augusto é recordado, ainda, por Maria José, como um poliglota, que dominava vários idiomas, inclusive o hebraico.

Rodrigues  dirigiu várias teses de mestrado e de doutoramento e foi autor de mais de duas centenas de estudos sobre Exegese Bíblica, História da Teologia e da Igreja, Línguas Semíticas, Humanismo e História da UC, áreas em que desenvolveu as suas investigações em arquivos e bibliotecas nacionais e estrangeiros.