Coimbra  23 de Agosto de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Pelo menos, eu “Nintendo”

16 de Novembro 2016

A «febre» do jogo do Pokémon sugere que, se não está perdido, o mundo para lá caminha.

O novo “sinal de trânsito” chegado à minha caixa de correio electrónico, por iniciativa do meu amigo Adelino Lopes, é elucidativo.

A expressão do olhar de um automobilista, reflectida num retrovisor, adverte que já não basta aos condutores preocuparem-se com as pessoas que lhe saem ao caminho, também tem de cobrir a retaguarda, visualmente falando, para não dar o flanco.

A China, que não é de modas, entendeu impedir o lançamento do jogo no país e, em alternativa, avança com outra aplicação, cuja subtileza consiste em os jogadores não precisarem de sair de casa. Do mal o menos, há figuras tristes que são recomendáveis para a pacatez do lar.

 

Rui Avelar

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com