Coimbra  5 de Dezembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Teresa Anjinho ruma à Provedoria de Justiça

21 de Novembro 2017 Jornal Campeão: Teresa Anjinho ruma à Provedoria de Justiça

Teresa Anjinho, que encabeçou uma lista (de Centro-Direita) para a Assembleia Municipal (AM) de Coimbra, vai coadjuvar a nova titular da Provedoria de Justiça, disse fonte autárquica ao “Campeão”.

Por este motivo, a jurista renuncia ao mandato de membro do órgão de fiscalização da Câmara de Coimbra.

A ex-governante (outrora secretária de Estado da Justiça), militante do CDS/PP, é filha do falecido empresário Jorge Anjinho (antigo timoneiro da Académica/OAF) e mulher de um deputado do PSD à Assembleia da República.

Teresa Anjinho vai coadjuvar Lúcia Amaral, recentemente eleita pela Assembleia da República para suceder a José de Faria Costa (antigo director da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra).

Ao formular votos de bons mandatos aos autarcas conimbricenses, a jurista assinala que a democracia carece de diálogo e de cooperação, fazendo notar que não precisa de todos a pensarem da mesma maneira.

Embora tenha feito parte da coligação “Mais Coimbra”, o CDS/PP vai desfrutar de um grupo autónomo no seio da Assembleia Municipal (constituído por três autarcas, Helena Mendes, Lúcia Santos e Pedro Filipe, substituto de Teresa Anjinho).