Coimbra  21 de Agosto de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Buçaco: Hotel passa a monumento nacional

11 de Dezembro 2017

O Conselho de Ministro aprovou, na sua mais recente reunião, um diploma que classifica como monumento nacional o conjunto do Palace Hotel do Buçaco e mata envolvente.
A sobredita classificação abrange capelas e ermidas, a Cruz Alta e o convento de Santa Cruz.
O decreto aguardava aprovação há mais de ano e meio, desde que João Soares abandonou a pasta da Cultura, e vem reforçar o processo de candidatura da Mata do Buçaco a Património Mundial da UNESCO (apresentada em 2016).
“Esta decisão vem corrigir um erro grave e fazer, finalmente, justiça a um espaço majestoso e imponente, de rara beleza, único no país”, disse à Agência Lusa o presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Rui Marqueiro.
Para o autarca, uma mata nacional que guarda nos seus 105 hectares de área murada um património de incomensurável importância histórica, cultural, ambiental, religiosa e militar não podia continuar a ser apenas imóvel de interesse público (como era desde 1943).
Rui Marqueiro, que também é membro do Conselho Consultivo da Fundação da Mata do Buçaco, diz que valeram a pena as “sucessivas reivindicações” da Câmara Municipal da Mealhada e daquela entidade.
António Gravato, dirigente da referida Fundação, considera a decisão do Conselho de Ministros como “uma prenda de Natal”, acrescentando ficar “mais facilitado o caminho para a candidatura em curso a Património Mundial da UNESCO”.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com